Imprimir esta página
terça, 27 março 2018 11:55

(2016) Brisa Student Drive Camp arranca em Leiria

Começou hoje a semana dedicada à segurança e à prevenção rodoviária. A partida deu-se na oficina mas foi na estrada que o dia terminou. Os 50 jovens participantes no Brisa Student Drive Camp chegaram a Leiria ainda de manhã.

Seguiu-se a receção, no Auditório do Instituto Politécnico de Leiria, onde quatro representantes das instituições parceiras deram as boas-vindas aos estudantes. O CEO da Forum Estudante, Rui Marques, começou por relembrar a forma como as notícias dos últimos dias deram conta “das consequências trágicas" da sinistralidade rodoviária. Aludindo ao acidente que vitimou 12 passageiros, no passado dia 25 de março, Rui Marques sublinhou que “ter um conjunto de cuidados e de atitudes cívicas” pode fazer a diferença. Neste ponto, realçou, os próximos cinco dias trarão aos participantes muitas oportunidades de aprendizagem “para que saibam entender a segurança rodoviária”.

Relativamente às estatísticas de sinistralidade nas estradas, sublinhou o Diretor para as Comunicações e Sustentabilidade da Brisa, Franco Caruso, existe um ponto fundamental: “quando analisamos os números, descobrimos que a dimensão comportamental é crítica”. Referindo-se aos estudos que indicam os acidentes rodoviários como principal causa de morte nos jovens entre os 18 e os 24 anos, Franco Caruso expressou o desejo que todos os participantes do Brisa Student Drive Camp sejam “capazes de ser uma voz junto dos seus pares”, contribuindo, assim, “para uma cultura de segurança rodoviária”, em Portugal. A intervenção do responsável da Brisa terminou com a visualização de um vídeo que relata alguns casos de jovens marcados por sequelas de acidentes rodoviários. Em 36 horas, este vídeo teve mais de um milhão de visualizações – um dado que, salientou Franco Caruso, “mostra como a população reconhece a importância de ser prudente”. “É só uma questão de pensar todos os dias”, concluiu. Ainda relativamente aos números da sinistralidade nas estradas nacionais, o Presidente da Câmara Municipal de Leiria, Raúl Castro, apontou a um objetivo: “é preciso travar a fundo, diminuindo o número de acidentes e vítimas”. Nesse sentido, salientou, o papel dos 50 participantes desta semana pode ser fundamental, “ao serem embaixadores neste desafio”. Para esta semana, acrescentou, o objetivo passa por aplicar a alegria e energia dos jovens estudantes “numa causa fundamental”. De igual forma, o Vice-Presidente do Politécnico de Leiria, Rui Pedrosa, destacou a importância de, no final desta semana, estes 50 jovens participantes serem transmissores da mensagem da segurança rodoviária. Para tal, sublinhou, encontrarão, ao longo dos próximos cinco dias, um conjunto de atividades que os tornará “mais informados e sensíveis a estas questões”. “É habitual dizer-se que o futuro está nas mãos dos jovens”, relembrou, concluindo: “o dia de amanhã vai depender do que estes jovens fizerem”. A engenharia da segurança Para depois do almoço, ficou reservada uma viagem até à Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Leiria. Aí, os 50 participantes começaram por participar numa sessão informativa sobre Engenharia Automóvel em Segurança Rodoviária. O coordenador da licenciatura em Engenharia Automóvel da ESTG, Nuno Martinho, começou por destacar este curso como “uma licenciatura inovadora no nosso País”. O objetivo desta primeira sessão, destacou, passou por informar sobre “as áreas da engenharia automóvel que dizem respeito à segurança rodoviária”. Assim, ao longo da tarde, os participantes do Brisa Student Drive Camp puderam participar em sessões de esclarecimento sobre sistemas de segurança, bem como em demonstrações práticas do funcionamento do sistema de ABS e da potência gerada pelo automóvel construído pelos estudantes do Politécnico de Leiria na competição Formula Student.

A visita ao IPL terminou com uma demonstração dos conceitos de Física e Química aplicados no mundo automóvel. “A Física não tem de ser chata”, começou por salientar o orador, concluindo: “as equações são aplicadas no vosso dia a dia”. Sensibilização noturna À noite, o grupo de participantes foi dividido. Enquanto duas equipas acompanharam uma ação de fiscalização rodoviária, as outras duas realizaram uma ação de sensibilização no centro histórico, alertando para as consequências da condução sob o efeito do álcool.

Nesta tarefa, os 50 estudantes contaram com o auxílio da Associação de Solidariedade de Leiria (ASL). Segundo explicou a sua presidente, Joana Faustino, esta é uma ação que se enquadra perfeitamente na missão desta organização. “Trabalhamos com crianças e jovens para prevenir comportamentos de risco”, explicou, pelo que “faz todo o sentido que a ASL se associe a esta iniciativa”. Para um dos condutores fiscalizados durante esta noite, Daniel Santos, de 19 anos, este tipo de ação “é útil para chamar à atenção das pessoas”. Para o jovem, ainda que se tenha noção dos comportamentos de risco ao volante, “muitas vezes eles são esquecidos, por querermos apenas chegar ao destino”. Por essa razão, salientou, ações de sensibilização como esta são “importantes para lembrar que existem cuidados a tomar”.   O Brisa Student Drive Camp continua amanhã, com início marcado para as 9h30 da manhã, com uma demonstração de meios nas instalações da Guarda Nacional Republicana.